Home

/

Publicações

/

Você está aqui

[ATUALIZAÇÃO 2] Sob que condições a vacina conteria a pandemia no Brasil?

Fonte: Shutterstock
Fonte: Shutterstock
Atualização do período entre 19/04 e 19/05/2021

Neste documento, atualizamos o estudo “Sob que condições a vacinação conteria a pandemia no Brasil?”, publicado em 30 de Março de 2021 1 , para o período de 1 a 30 de Abril (exercício 1) e entre 19 de Abril e 19 de Maio de 2021 (exercício 2). Os resultados observados apontam que o cenário da pandemia no Brasil mostra a diminuição da necessidade de imunização mínima da população em 13 dos 27 Estados.

No entanto, a situação se agravou em 8 Estados, com a necessidade de cobertura vacinal maior do que o estudo anterior. Também se observa que 13 Estados ainda necessitam vacinar mais de 40% de sua população para que se inicie uma redução significativa e contínua do número de casos de Covid-19.

Gráfico: Elaborado pelo Valor Econômico com nossos dados (Fonte: Ação Covid-19)
Gráfico: Elaborado pelo Valor Econômico com nossos dados (Fonte: Ação Covid-19)
É necessário que os imunizantes alcancem as parcelas da população brasileira que estão mais impactadas pela pandemia

Adicionalmente, observa-se a dinâmica de “estouro de bolhas de proteção" em diversas localidades, conforme anteriormente descrito pelo coletivo Ação Covid-19 . Este fenômeno aponta para o equilíbrio instável entre populações imunes e suscetíveis e tem o potencial de gerar diversos surtos preocupantes. Por fim, a comparação da porcentagem atingida da cobertura vacinal mínima por cada Estado revela que a priorização na distribuição de vacinas no Brasil não é feita de forma acurada.

Por isso, enfatizamos novamente a necessidade que o governo federal desenvolva e aprimore metodologias como a utilizada neste estudo, para que os imunizantes alcancem as parcelas da população brasileira que estão mais impactadas pela pandemia a cada mês.